Via Varejo escolhe Eu Entrego para ganhar agilidade logística

Parceria com App Eu Entrego está ligada aos Mini Hubs e garante mais agilidade nas entregas realizadas na cidade de São Paulo 

São Caetano do Sul, julho de 2018 – Contar com a tecnologia para aumentar a velocidade e qualidade dos serviços prestados tem sido a principal preocupação das empresas no mundo. Se hoje você pode contar com aplicativos para te levar rapidamente aonde deseja, porque não se beneficiar dessa tecnologia em suas compras? A partir desse mês, a Casas Bahia e o Pontofrio, redes administradas pela Via Varejo, passam a contar com serviço de entrega por aplicativo. A ação é feita por meio de uma parceria com a Eu Entrego, um aplicativo que conecta entregadores independentes às empresas.

O novo modelo de entrega é possível graças à instalação de “Mini Hubs”, uma espécie de pequeno Centro de Distribuição, em parte do espaço das lojas físicas. Atualmente, 13 Mini Hubs estão em operação e a expectativa é que até o final do mês seis lojas na cidade de São Paulo passarão por esse processo o que dará cobertura de entrega a toda região metropolitana com esse modal de entrega que será expandido para outras regiões do país.

“Garantir mais essa funcionalidade para aumentar a velocidade de entregas, reduzir

prazos e proporcionar a melhor experiência de compra para o cliente é o nosso foco principal, afirma Diclei Remorini, diretor de Distribuição e Pós Venda da Via Varejo.

A loja piloto, localizada na Avenida Jabaquara, contará com uma roteirização das entregas feita pela central da empresa localizada em Jundiaí. Os pedidos são computados, repassados para o estoque do Mini Hub e separados até o final da tarde. Na manhã seguinte os entregadores conveniados a Eu Entrego se conectam ao aplicativo, escolhem suas entregas por proximidade da loja e retiram os produtos para iniciar a distribuição.

A maioria dos produtos que contemplam a entrega por meio do aplicativo são itens leves, como celulares e eletroportáteis. Ainda em fase piloto, este modal de entrega não fará cobranças diferenciadas aos clientes, assim como as lojas também não sofrerão por novas mudanças na sua estrutura, além das já realizadas para transformar os pontos em minihubs. “Com essa parceria, nossos clientes passam a contar com mais uma funcionalidade dentro de algo totalmente inovador no varejo, finaliza Remorini.

 Mini Hubs

Até o final do ano serão mais de 60 Mini Hubs instalados em lojas Casas Bahia e Pontofrio. Atualmente 13 estão em operação e já contribuem para que os clientes tenham uma redução média de aproximadamente 80% no prazo de entrega, sendo que grandes centros comerciais como São Paulo, passam a ter prazos reduzidos de dois dias para até 24 horas, em média, e outras regiões saem de 10 dias para apenas dois.

 

 

Empresas buscam alternativas para entregar encomendas em zonas de risco.

A insegurança que impera em determinadas áreas tem levado empresas a investir em formas alternativas de entregas de encomendas.

Um carro popular com película rodando pelas ruas da periferia. Até aí, nada demais. Mas na Brasilândia, a dez quilômetros do Centro de São Paulo, ele faz as vezes de caminhão de entrega. A missão: garantir que o cliente receba a encomenda, sem chamar a atenção.

Raul faz o que muitas transportadoras e até os Correios têm dificuldade de fazer: entregar mercadorias em áreas consideradas de risco por causa da violência. Ele usa um aplicativo de entregas que arrumou um jeito de driblar os roubos de cargas: convocou como entregadores os próprios moradores da periferia, como Raul.

“O pessoal conhece muito a gente por aqui, então isso ajuda bastante. Evita assalto, essas coisas”, disse Raul Gomes.

No site dos Correios, a rua aparece como área de restrição. O carteiro explica: a espera é maior.

“Para ir lá somente com escolta. Por ser área de risco, eles dão um prazo até 15, 20 dias”, disse.

Com o carro de Raul, Cláudio recebeu a encomenda em três dias.

No centro de distribuição da empresa, Raul é só mais uma formiguinha dessa nova logística. No Brasil inteiro, o aplicativo já tem 30 mil entregadores cadastrados. Um exército de autônomos que faz a ponte entre grandes empresas e o consumidor.

“Como aquela entrega social é o ganha pão daquela pessoa da comunidade, ela é respeitada no seu trabalho. A gente não teve nenhum registro de roubo até o momento”, explicou Vinicius Pessin, criador do aplicativo Euentrego.com.

Confira a matéria completa na GloboPlay.

Quer conhecer mais sobre entregas sociais? Clique aqui

Eu Entrego é assunto do Jornal El País da Espanha

Produzido pelo Banco Mundial, a matéria destaca o Crowdshipping como tendência para a mobilidade urbana nas grandes cidades.

Crowd: Multidão – Shipping: Envio – Crowdshipping. Ao juntar-se às duas palavras, surge um conceito cada vez mais familiar entre aqueles que estão interessados em transportes, logística e mobilidade urbana. No espírito da economia colaborativa, o serviço de crowdshipping propõe a utilização de cidadãos comuns – a pé, de bicicleta ou nos meios de transporte de que dispõem – para fazer entregas. Empresários e consumidores simplesmente precisam se inscrever em um aplicativo para se conectar.

A Crowdshipping dá às empresas a promessa de economia – uma vez que não precisam criar uma estrutura de transporte – e a possibilidade de uma nova fonte de renda para várias pessoas, mas também exige que os regulamentos funcionem bem. Neste vídeo, especialistas e usuários discutem alguns aspectos que devem ser considerados quando se pensa em soluções de logística inovadoras para as cidades do futuro.

CROWDSHIPPING: UMA NOVA FORMA DE ENTREGAS URBANAS

O Prof. Bo Zou da Universidade de Chicago esteve no Brasil para apresentar seus estudos sobre Crowdshipping ou entregas urbanas realizadas por indivíduos comuns (crowdsourcees) que caminham, de bicicleta ou dirigem para fazer a entrega.

Professor Bo Zou mostrou como o Crowdshipping está se desenvolvendo pelo mundo e, em sua opinião, é o único modelo capaz de realizar entregas no mesmo dia com preços razoáveis e com redução de trânsito e poluição.

ecossistema

Mr. Bo aponta que o crescimento explosivo do comércio eletrônico. Em todo o mundo, as vendas on-line totais atingiram US $ 1,915 trilhões em 2016, mais de 6 vezes as de 2009. Mas consequentemente o aumento do tráfego de caminhões urbanos cresceu exponencialmente, causando muitas conseqüências negativas: congestionamento, poluição, desgaste de estradas, escassez de espaço de estacionamento de caminhões, etc.

Por outro lado, o desenvolvimento de comunidades urbanas sustentáveis, o que requer uma redução significativa do tráfego de caminhões, restrições nos horários de entregas, rodízios e introdução de zonas de baixa emissão de poluentes, dificultam mais ainda o desafio das transportadoras tradicionais.

O Crowdshipping surge como principal alternativa, onde os clientes ordenam e rastreiam os embarques através de dispositivos móveis, os provedores de serviços de entrega (DSP) transmitem informações de envio para crowdsource via dispositivos móveis, que por sua vez executam a entrega em seu caminho ou redondezas do seu trabalho ou residência. Tudo pode ser feito em tempo real e a baixo custo.

No Brasil o Eu Entrego é o primeiro DSP (Delivery Service Provider) que utiliza o conceito de crowdshipping. Quer saber mais sobre o modelo? Fale conosco!

Eu Entrego é finalista do Prêmio ABComm de inovação digital

Nosso App e nosso CEO estão entre os finalistas nas categorias de Logística de E-Commerce e Empreendedor Digital. O prêmio, considerado o mais importante do setor, tem como fundamento básico identificar e reconhecer as empresas e profissionais mais lembrados por esta comunidade profissional.  A premiação agora entra na fase de votação final para a escolha dos vencedores de cada categoria. Para participar, acesse o site da organização do prêmio e vote.

João Paulo Camargo - CEO do Eu Entrego concorre na categoria Empreendedor DigitalJoão Paulo Camargo – Empreendedor Digital – Vote aqui!

Eu Entrego – Logística de E-Commerce – Vote aqui!

Por que meu cadastro de entregador demora tanto para ser liberado?

Muitas pessoas tem nos procurado, em especial nas redes sociais, questionando a demora na análise e liberação do cadastro para se tornar um Entregador da rede Eu Entrego. Em respeito a todos que nos escrevem e que confiaram suas informações ao aplicativo, estamos fazendo esse post para esclarecimentos.

O Eu Entrego é um aplicativo baseado no modelo de economia colaborativa. Acreditamos na liberdade e transparência nas relações. Assim, construímos a nossa rede. Fazemos milhares de entregas nas principais cidades do país e trabalhamos incessantemente para sermos mais conhecidos e gerarmos mais oportunidades para entregadores e usuários.

Um dos pilares do sucesso do EU ENTREGO é o equilíbrio entre a demanda de entregas e o tamanho da rede de entregadores. Além de termos uma alternativa inovadora de trabalho flexível, que chamou atenção de muita gente, a crise econômica do país, e o consequente desemprego, gerou uma procura de candidatos a entregadores muito acima do que planejávamos. Assim, nos vimos na necessidade de liberar os cadastros a medida que a demanda pelos serviços aumenta. Obviamente essa espera gera frustração e até irritação em quem gostaria de já estar já atuando com o aplicativo.

Estamos fazendo nossos melhores esforços para aumentar o número de entregas e gerar oportunidade para todos que estão apostando nesta forma inovadora de transportar cargas no Brasil. Os valores de comissões pagas ao aplicativo e os recursos oriundos de investidores são 100% utilizados para divulgar o aplicativo e ampliar a demanda.

Recentemente firmamos um acordo com o Mercado Livre para que seus vendedores utilizem o EU ENTREGO para realizar o frete dos produtos vendidos. Assinamos também um acordo com o Projeto E-Commerce Brasil para a divulgação do Social Delivery em todo o País. Estamos diariamente presente nos veículos de comunicação divulgando o aplicativo e fechando acordos com empresas de porte que irão utilizar a nossa rede.

Por fim, gostaríamos de nos desculpar por ainda não poder contemplar a todos que se cadastraram em nosso aplicativo. Agradecemos novamente a confiança e reiteramos que estamos trabalhando duro para que muito em breve você faça parte da nossa rede.

Construir uma rede de livre mercado é um grande desafio e só é possível com absoluta transparência. Obrigado por acreditar e sobretudo nos questionar. Vamos juntos!! Seguiremos com o nosso propósito de revolucionar o transporte de carga no Brasil e gerar trabalho e renda para quem precisa.

Quer saber mais como funciona o Social Delivery? Clique aqui!

Quem define preço os preços de entregas? Clique aqui!

 

Eu Entrego torna-se mantenedor do Projeto E-commerce Brasil

O Eu Entrego acaba de integrar o seleto grupo de empresas mantenedoras do E-Commerce Brasil, maior projeto de comércio eletrônico do mundo, que a cada ano realiza centenas de atividades que contribuem para a qualificação de profissionais, varejistas e fomento do mercado. Por ano são mais de 15.000 profissionais do comércio eletrônico que encontram qualificação nos diversos veículos e eventos do Projeto. “Estamos muito honrados em apoiar essa iniciativa única no Brasil. Queremos levar mais informação sobre a revolução do social delivery para os quatro cantos do país através do Projeto E-Commerce Brasil”. Destaca João Paulo Camargo Cofundador do Eu Entrego.

Com uma rede de mais de 10.000 entregadores espalhados pelas principais cidades do país, o Eu Entrego é um aplicativo que conecta negócios a uma comunidade de entregadores independentes que oferecem uma alternativa fácil, flexível e de baixo custo para o transporte de produtos 24 horas por dia. Os usuários do app e os Entregadores negociam livremente o custo das entregas, que saem em média 15% mais baratas que os modelos tradicionais. Além disso, o Aplicativo conta com o recurso de geolocalização, que permite o usuário acompanhar a entrega em tempo real.

Veja o Eu Entrego em ação! Clique aqui!

Nunca foi tão fácil entregar os presentes de final de ano

cesta natal

Final do ano é sempre uma correria. Hora de agradecer e presentear clientes, parceiros, fornecedores e pessoas queridas. Mas como garantir que as entregas cheguem a tempo ao destino? Fácil!! Deixe a rede de entregadores independentes do Eu Entrego ajudar você. Estamos presentes nas principais cidades do Brasil para fazer entregas de todos os portes. Basta baixar o APP e chamar um entregador. O processo é feito 100% pelo aplicativo de maneira fácil, rápida e segura. Não conhece o Eu Entrego? Somos a maior rede de entregadores independentes do Brasil. Apelidado de Uber da entrega, o Eu Entrego conta com entregadores independentes que ficam rodando diariamente pelas cidades prontos para coletar itens e fazer o delivery. Os usuários do app e os Entregadores negociam livremente o custo das entregas, que saem em média 15% mais baratas que os modelos tradicionais. Além disso, o Aplicativo conta com o recurso de geolocalização, que permite o usuário acompanhar a entrega em tempo real. O pagamento somente é realizado após a entrega. Não perca mais tempo, deixe o Eu Entrego fazer suas entregas de final de ano.

Solicite agora um entregador!

Eu Entrego

Tecnisa se torna “Cliente Anjo” do Eu Entrego

size_960_16_9_tecnisa311

A Tecnisa fechou uma nova parceria com o Eu Entrego. No acordo, a companhia, que é uma das maiores do mercado imobiliário brasileiro, atuará como “cliente anjo” da startup, gerando maior demanda de entregas.

Do outro lado, a Tecnisa passará a utilizar a plataforma do Eu Entrego em sua área de Relacionamento com Clientes, com o objetivo de agilizar fluxo de envio de documentos e reduzir o custo operacional. “Faz parte da cultura da empresa conhecer e incentivar projetos que vão além do tradicional, que confrontam atuais modelos de negócios e trazem maior valor para o negócio”, afirma Romeo Busarello, Diretor de Marketing e Ambientes Digitais da Tecnisa.

Exemplo de economia colaborativa, o Eu Entrego é um serviço baseado no conceito de Social Delivery, se posicionando como alternativa fácil, flexível e de baixo custo de entrega para empresas e pessoas.  “Ver uma companhia da relevância da Tecnisa apostando na economia colaborativa só reforça nossa crença que estamos no caminho certo”, faz coro João Paulo Camargo, CEO e fundador do Eu Entrego.

Leia a matéria completa no site Startse